arte

poesia total: maria bethânia lê waly salomão

poema sargaços

Imagem de Amostra do You Tube

leve # do disco novo do leo cavalcanti

o blog Trabalho Sujo acabou de soltar Leve, parceria minha com Leo Cavalcanti, que tá no disco novo dele Despertador. Ah, tá muito linda. Orgulho total!

 

siga

Captura de Tela 2014-02-04 às 23.33.55

Captura de Tela 2014-02-04 às 23.35.12

projeto agenor

já está disponível para ouvir e para download o disco que a Lorena Calabria e o Dj Zé Pedro organizaram com músicas do Cazuza. O disco tá lindo, com gravações fodas de uma rapaziada jovem da pesada. Eu fiz a capa! https://soundcloud.com/projetoagenor

Captura de Tela 2013-08-09 às 09.43.11

 

abaixo o que seria a capa do encarte (ia ser digipack, na última hora mudaram pra embalagem de acrílico)

Captura de Tela 2013-07-27 às 00.49.10

e o cd (quando vc tirava o disco, revelava atrás um verbete de cazuza, que é uma denominação popular para vespa no nordeste)

0-Cazuza-CD-T

visage

DSC02321

DSC02319

 

volpi

2013-03-30-22.58

domingos

domingos

o contemporâneo e a arte

counting-sand

nasce o sol e não dura mais que um dia

 

nasce o sol e não dura mais que um dia
gregório de matos

Moraliza o poeta nos ocidentes do Sol a inconstância dos bens do mundo.

Nasce o Sol, e não dura mais que um dia,
Depois da Luz se segue a noite escura,
Em tristes sombras morre a formosura,
Em contínuas tristezas a alegria.

Porém se acaba o Sol, por que nascia?
Se formosa a Luz é, por que não dura?
Como a beleza assim se transfigura?
Como o gosto da pena assim se fia?

Mas, no Sol, e na Luz, falte a firmeza,
Na formosura não se dê constância,
E na alegria sinta-se tristeza.

Começa o mundo enfim pela ignorância,
E tem qualquer dos bens por natureza
A firmeza somente na inconstância

.

*peguei esse poema incrível de gregório de matos do livro o canto das musas – poemas para conhecer, ler, recitar e cantar, oganizado por Zélia Cavalcanti, vem com uma ótima seleção de poemas – seguidos de uma analise do poema e do poeta. Mas o melhor é o CD incluso, com os poemas musicados por Péricles Cavalcanti, cheio de participações especiais. Tá valendo.

saída

“A tarefa do artista é sempre se aprofundar no mistério. Mesmo na mais bela paisagem, nas árvores, sob as folhas, os insetos se entredevoram; a violência faz parte da vida.” – Francis Bacon, pintor

estudo para chão – arthur nogueira | clipe

Imagem de Amostra do You Tube

+ arthur nogueira

o parasita dos poetas

“Mas um Shelley, um Baudelaire, um Rilke intervêm no mais profundo de nosso organismo, que os incorpora como o faria com um vício. Em sua proximidade, um corpo se fortifica, e logo debilita-se e desagrega-se. Pois o poeta é um agente de destruição, um vírus, uma doença disfarçada e o perigo mais grave, embora maravilhosamente impreciso, para os nossos glóbulos vermelhos.”

Cioran, “Breviário de Decomposição”.